Dourados Garoupas Chernes
11/02/2014
................................
Panama 2012
03/03/2012
................................
Semana de sorte
15/02/2011
................................
Sailfish o peixe mais rapido do mundo
10/02/2011
................................
Grandes Dourados e Pigerevas
11/02/2010
................................
pescando com Sérgio
04/02/2010
................................
Marlin e muitos Dourados
26/01/2010
................................
Ciobas
18/01/2010
................................
Segunda pescaria 2010
12/01/2010
................................
Primeiros Dourados 2010
03/01/2010
................................
 
Ter seu próprio barco é o sonho de todo marinheiro e os cunhados e amigos João e Edinho que estiveram embarcados por mais de 10 anos resolveram adquirir sua própria embarcação. O barco LUCAS foi adquirido cru e sem equipamentos, tinha 15m e um motor de 175 hp. Depois de algum tempo foi transformado numa escuna de passeio e pesca esportiva, nascia assim o CAPITÃO GATO, e em 20 de dezembro de 1999 era realizado o primeiro passeio, depois deste, muitos outros ocorreram, até o dia em que ocorreu o naufrágio, 06 de agosto de 2005.




O dia estava maravilhoso com mar calmo e com previsão de muitos peixes, ao meio dia, com o sol a pino, a embarcação estava no cais, quando estavam a bordo somente a tripulação do barco que era composta pelo mestre Marquinho, o motorista João Adão, o marinheiro Limão e um convidado salsicha. Resolveram então sair para uma pescaria de retorno rápido, sairam de Piçarras para retornar por volta da meia-noite, esperavam uma boa pescaria de anchovas. O destino porém lhes reservava uma inesquecível e marcante surpresa.

De repente, a chegada inesperada de um ciclone extra tropical mudou o vento de direção criando ondas de mais de 2 metros e o mestre então resolveu voltar mais cedo pra costa. Com os porões abastecidos de peixes o barco começou a viagem de volta.

O que parecia impossível aconteceu, o barco Capitão Gato, fruto de tanto trabalho, suor, luta, garra e amor estava afundando, as bombas foram ligadas para retirar a água que inundava o barco rapidamente, a tripulação trabalhava para retirar a água que não parava de entrar, seus esforços foram em vão. Depois de 40 minutos de muita luta e tentativas de salvar a embarcação, a popa do barco começou a afundar, João, Edinho e seus amigos viram o sonho afundando lentamente, parecia que o barco estava se despedindo de sua tripulação devagarinho até desaparecer no mar. Agora só lhes restava lutar por suas vidas, uma vez que estavam à deriva em alto mar numa noite fria com ventos cortantes vindos do sul.

Após alguns minutos em alto mar, o pânico tomou conta de um marinheiro que foi imediatamente contido pelos colegas mais experientes. As horas passavam lentamente e a possibilidade de saírem com vida deste trágico incidente eram de apenas 5%. Lutando por suas vidas os marinheiros não desistiram e depois de 06 longas horas tentando sobreviver, finalmente chegaram à costa. Todos estavam exaustos, porém o ferimento maior estava dentro do peito.

O parceiro de tantas horas, jazia agora no fundo do mar e infelizmente o Capitão Gato nunca mais seria encontrado. Assim foi o naufrágio do Capitão Gato no dia 06 de agosto de 2005.
 
 
 
Home  |  Pescarias  |  Fotos  |  Contato
criação de sites